Toupeira, Cult, Cool. Freak?

Já que estamos aqui de novo, não poderia deixar de ajudar na divulgação do novo livro escrito pelo visionário Roger Franchini, editor do CultCoolFreak. Se eu fosse o apresentador Sílvio Santos, diria “esse livro é muito bom, ainda não li, mas meus filhos já leram e disseram que é ótimo”. Mas nem filhos tenho.

O que posso dizer. Ponto 40 eu tenho e li (algumas vezes), recomendei, e recomendo. Já o novo livro Toupeira ainda não comprei, mas pude ler o primeiro capítulo, disponível no Cultcoolfreak, aqui.

É, agora que comecei a ler, não tem jeito, vou já encomendar o meu exemplar. Está por R$ 16,92 na Livraria da Folha, precinho camarada.

Bom, feito o merchandising, segue a sinopse:

Em uma trama eletrizante, narrada de maneira ágil e direta, Roger Franchini leva o leitor ao cenário do crime e à trajetória de cada um dos envolvidos em um dos maiores roubos a banco da história do país. Do misterioso desaparecimento de R$ 170 milhões à corrupção na alta cúpula da polícia e o crime organizado, o autor conta, de forma impressionante, os fatos que até hoje despertam a curiosidade da população.

Boa leitura.