Prova Oral para Delegado RJ

A terceira fase do concurso para Delegado de Polícia no Rio de Janeiro é a prova oral. É o momento em que o candidato deve não só demonstrar todo o conhecimento que acumulou em seus estudos, mas também controlar os nervos e provar sua capacidade de autocontrole diante de situações tensas.

O conturbado concurso para Delegado fluminense, ainda em andamento, teve suas provas orais realizadas nas vésperas do Carnaval, em dias de calor insuportável. Uma verdadeira prova de resistência física e psicológica, em um dia que pode decidir o resultado de anos de estudo e dedicação.

Para quem nunca teve a oportunidade de fazer uma prova oral, ou mesmo assistir a uma, o amigo e Inspetor de Polícia Alessandro, executor do projeto Curso Gratuito para Concursos Públicos, deixou um grande presente para quem ainda se prepara: colocou em seu blog as provas feitas com ele.

Para ver o vídeo com a gravação da prova oral, visite o blog dele (http://cursogratuitoparaconcursospublicos.blogspot.com). Eu fiquei tenso só de ver na telinha do computador.

Os Militares e a PEC 300

Nos tempos de minha ausência no CdP, os blogs mantidos pelos colegas militares da PM e Bombeiros muito trataram do Projeto de Emenda à Constituição nº 300, o qual, em linhas gerais, estabelece como piso salarial para as carreiras militares dos Estados o valor percebido pela Polícia Militar do Distrito Federal.

Muito já foi discutido e divulgado pela chamada Blogosfera Policial, e, como não acompanhei de perto o movimento, mais oportuno me parece abster-me de maiores comentários sobre o tema.

Mas, da mesma forma, não podemos deixar passar em branco aqui a grande mobilização que os profissionais estaduais conseguiram materializar, demonstrando, cabalmente, que eles já têm pós graduação e mestrado no jogo democrático do Brasil.

Seja de uma forma ou de outra, com PEC ou sem PEC, já que estes trabalhadores demonstraram que, sem sombras de dúvidas, começam a ter noção de sua força institucional, não tardará até que tenham reconhecidos o valor de seus serviços e sua importância para a manutenção da sociedade em um nível ao menos suportável de bem estar.

PEC 300Parabéns aos colegas da luta urbana diária, que tenham todo o merecido sucesso em seus pleitos, pois, acima de tudo, desejo muito uma vida mais calma e tranquila para mim e os meus, o que, sem policiamento ostensivo e resgate e defesa civil decente, nunca teremos.

Toda a sorte, e que um dia os policiais civis de todo o Brasil, e principalmente os mais dispersos e alheios à realidade, como nós do Rio de Janeiro, acordem, e percebam que o limite já passou há muito, e falta não muito para cerramos a porta das polícias de investigação.

Leia mais sobre o tema no Cordel Bola de Fogo, Blog do Stive, Abordagem Policial, e outros tantos, e saiba como aderir a este movimento sui generis.

(imagem ilustrativa colhida no blog Cordel Bola de Fogo)