Mais sobre a Greve PCSP

O tempo tem sido exíguo, muitas atividades no trabalho e problemas diversos vêm dificultando uma pausa para pensar. Estamos devendo posts, ciente, mas daqui a pouco desenrola. Para não desperdiçar os dias, vamos dar uma força no movimento dos bravos policiais paulistas, divulgando a cartilha de orientações para GREVE.

Não sem antes alertar para um fato inusitado, postado pelo delegado Roberto Guerra do Flit Paralisante, de onde copiei a cartilha: o governo de SP pediu e ganhou na “Justiça” uma liminar impedindo a veiculação em televisão do vídeo publicitário, que encontra-se no post anterior sobre a greve na pcsp. Segundo consta, a decisão teria sido de que o filme tem um tom alarmista e visa “instaurar pânico, violando a ordem e segurança públicas”. Bom, quem está violando a ordem e segurança pública é o governador de SP, que secundariamente espalha o pânico permitindo o avanço da criminalidade ao desprezar os policiais, e menosprezando a importância destes profissionais.

Portanto, é de bom alvitre que, impedida a louvável iniciativa dos dirigentes do movimento para conscientizar a população, o façamos por conta própria, enviando o vídeo para o e-mail de todos em nossa lista de contatos, e pedindo para que repassem. Bom, aí segue a cartilha, que poderá ser perfeitamente adequada para movimento similar no Rio e em outros estados, quando a classe policial despertar do sono profundo. O link é -> http://br.youtube.com/watch?v=Yrkb_tp1cTg

PROCEDIMENTOS PARA OS DIAS DE GREVE – DENTRO DA LEGALIDADE

DELEGACIAS SECCIONAIS E DISTRITAIS

  • Somente serão realizados os procedimentos de flagrante.
  • Serão suspensos todos os serviços de investigação, intimação, cumprimentos de mandados ou OS(s).
  • Não se fará registro de ocorrências, salvo as relacionadas aos flagrantes, remoção de cadáver em residências e vias públicas.
  • Os rádios permanecerão ligados, porém não se fará utilização deste equipamento, a não ser nos casos acima citados.
  • Qualquer contato será feito através de telefone.

PLANTÃO E EXPEDIENTE – CARTÓRIO

  • Não serão realizadas quaisquer atividades cartorárias, a exceção daquelas relacionados com as ocorrências registradas pelo plantão, conforme item anterior.
  • Não haverá encaminhamento de inquéritos, exceto aqueles de réu preso.
  • Não será dado qualquer encaminhamento nas investigações.

SEÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO, APOIO E TRANSPORTE.

  • Não serão realizadas quaisquer atividades, salvo abastecimento das viaturas de apoio, rabecão e perícia, que trabalharão em escala mínima.

DELEGACIAS ESPECIALIZADAS

  • Não funcionarão.
  • As especializadas que possuem serviço de plantão / pesquisas seguirão os mesmos métodos aplicados aos plantões das seccionais e distritais.

RABECÃO

  • Realizará as remoções com apenas uma viatura e com os três agentes juntos.

CEPOL

  • Não atenderá ao rádio, a não ser nos casos de flagrante, remoção de cadáver em residências e vias públicas.
  • Os atendimentos solicitados pelas DP’s serão preferencialmente feitos por telefone.

INSTITUTO DE CRIMINALÍSTICA

  • Somente realizará as perícias e exames necessários aos casos de flagrante e ocorrências envolvendo vítima fatal no local.

INSTITUTO DE IDENTIFICAÇÃO

  • Funcionará em escala mínima (30%), com os servidores se revezando em turno de uma hora .

POSTOS DE IDENTIFICAÇÃO

  • Não funcionarão, devendo a população ser encaminhada ao Instituto na Av. Augusto Lima

INSTITUTO MÉDICO LEGAL

  • Não realizará perícia em vivo, com exceção das vítimas e presos envolvidos em ocorrência de flagrante.
  • As necropsias deverão ser efetuadas em escala mínima (redução de 70%)

DETRAN

  • A exemplo do IML funcionará em escala mínima (30%).
  • A emissão de carteira, exames e licenciamento de veículos obedecerão à escala acima.
  • Os servidores deverão se revezar em turnos de uma hora, visando a manutenção da escala mínima de 30%.

UNIDADES COM CARCERAGEM

  • Não fará escolta de presos, nem com solicitação judicial.
  • Não farão escolta a hospitais para consultas ambulatoriais, salvo em casos de emergência.
  • Não haverá atendimento aos Advogados e/ou oficiais de justiça, salvo em caso de alvará de soltura.
  • O banho de sol e visitas serão suspensos.
  • Ao Comando de Greve deverá, caso necessário, ser solicitado reforço para garantir a segurança dos policiais e manutenção da ordem nas cadeias.
  • Não haverá liberação de presos para quaisquer atividades, a não ser as de extrema necessidade, visando apenas à manutenção interna.
  • O GOE e GARRA empregarão todo o seu efetivo na segurança das unidades citadas (Capital), no interior o reforço deverá ser efetuado pelos policiais do expediente.
  • Serão suspensas às transferências de presos para o sistema penitenciário (bondes para CDP ou Penitenciaria). Não se fará escoltas para transferências ou para apresentações de presos a Fóruns ou outro órgão afim, quer sejam oriundos de unidades da Policia Civil ou de unidades do Sistema Penitenciário.

PROCEDIMENTOS GERAIS DE TODOS OS POLICIAIS CIVIS EM GREVE

  • O comparecimento ao trabalho será normal
  • A utilização de viaturas caracterizadas ou não, deverá restringir-se às diligências relacionadas aos flagrantes, ficando todas as demais recolhidas ao pátio da unidade ou estacionadas em local apropriado.
  • Usar colete caracterizado da policia civil ou camiseta ostensiva durante a greve, inclusive nas assembléias.
  • A direção da Representação Coletiva da Polícia Paulista constituirá comissão composta de dirigentes das Entidades participantes desta Representação e de seus advogados, para resolver possíveis problemas que ocorram durante a greve.
  • Todos deverão informar à sociedade o verdadeiro motivo da paralisação;
  • Todos os policiais de expediente, lotados em unidades em que haja plantão ou atendimento ao público, deverão reforçar a escala ficando na porta de acesso da unidade, informando ao público o motivo pelo qual não haverá o seu atendimento normal;
  • Todos os policiais deverão retirar os objetos e equipamentos de propriedade particular das dependências das unidades;
  • Todas as viaturas policiais, caracterizadas ou não, só poderão transitar com dois ou mais servidores policiais (nos casos previstos acima).
  • As viaturas estacionadas fora da sede da unidade deverão permanecer sob vigilância direta.
  • Toda e qualquer escolta de preso, interna ou externa (que esteja dentro do que já foi estabelecido); deverá atender a proporção de três servidores policiais civis para cada preso, de acordo com as normas de segurança e somente em casos extremos.
  • A Representação Coletiva da Polícia Paulista organizará o COMANDO DE GREVE, o qual será composto por Diretores previamente escalados, delegados sindicais e qualquer policial que queira auxiliá-los;
  • Todas as atividades Policiais deverão seguir rigorosamente as orientações desta CARTILHA.
  • Os casos particulares deverão ser encaminhados individualmente ao comando de greve que decidirá a providência que será tomada.

LEMBREM-SE:
Todos os servidores que não estiverem concorrendo à escala de plantão deverão reforçar o comando de greve na sua unidade, reforçando o plantão e cumprindo as determinações do COMANDO DE GREVE, que é LEGAL, MORAL e JUSTA.

Sem luta não há conquista
SÓ NÃO BRIGA POR SALARIO QUEM NÃO NECESSITA DELE

NOSSA SUGESTÃO DE APOIO PELOS POLICIAIS MILITARES:

  • Cana Zero, salvo casos de crimes hediondos ou flagrantes;
  • Não se empenhar por iniciativa;
  • Não efetuar rastreamento, blitz, comandos ou abordagens; Em nenhuma situação realizar qualquer serviço da Polícia Civil.

Cumpra-se!

3 ideias sobre “Mais sobre a Greve PCSP

  1. Parabéns ao Poder Judiciário, estão institucionalizando a censura nesse país de democracia capenga. Para que serve o art. 5º, IX da CR/88? VERGONHA!!

  2. Não entendo este governo paulista. Mostra uma polícia tão bem equipada, com viaturas super equipadas e um monte de mentiras. Me pergunto de onde é essa polícia mostrada principalmente em época de eleições. Uma coisa tenho certeza: Não é a do Estado de SP, pois a situação desta é caótica, pois sei o que estou dizendo por conhecimento de causa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *