Blog Caso de Polícia – Bem-vindo!

EXTRA, EXTRA! O Blog Caso de Polícia ganhou um homônimo. Quer dizer, não é taaaaão extra assim, muitos amigos já alertaram aqui nos comentários, e outros tantos me telefonaram. Mas estamos aí, na ativa, e bola pra frente!

Na verdade os canais que a velha mídia denomina como “blogs” nada mais são do que colunas, ou de opinião, ou informativas. Seus editores trabalham nisso, e tentam colher informações sobre cada nicho, e por ser este seu emprego, produzem grande volume linhas. Porém, blogs vão muito além. Blogs são conversações, uns se comunicam com os outros, promovem debates de temas entre si, e total interação com os leitores. Blogs fazem link para blogs! Blogs não disputam leitores, não são máquinas publicitárias, por mais que a maioria se valha disto para manter uma estrutura mais profissional.

O Blog da Segurança Pública do Cathalá também tem um homônimo aqui no Rio, talvez ele nem saiba. Mas o conteúdo é completamente diferente, veja só. O editor do blog não tem uma linha editorial que atua como uma peneira dos assuntos veiculados. Se é importante, tá lá, doa em quem doer. O único limite dos blogs é a lei, penal ou civil. Não violando direitos autorais, não praticando crimes de calúnia (não havendo provas das denúncias), dentre outros cuidados, tudo é válido.

Mas, o mais importante, quem lê blogs o faz porque se interessa pelo assunto, e quer saber a verdade, ou, no mínimo, o que acontece na vida real. Ninguém vai acompanhar por muito tempo o blog de um policial se ele quiser falar de economia e finanças pessoais. Quem quer saber desse assunto, visita o blog de quem entende do riscado. Quando eu quero fazer alguma melhoria na parte de programação deste blog, visito quem faz e explica, e não quem fala sobre alguém que faz. Eu considero as dicas de quem as põe em prática, não de quem as divulga sem entender do que está falando.

A força dos blogs só não é maior por causa, ainda, do preconceito, do velho chavão de “diário pessoal”. Mas em alguns nichos isso já é diferente, por exemplo, quem lê cadernos de informática com matérias da semana passada quando tem atualizações em tempo real no Meio Bit? Só quem não conhece ainda.

Assim caminha a humanidade, nada se cria, coisas se copiam, e ninguém morre por isso. Nem, espero, o blog Caso de Polícia, 24 horas por dias online desde 22 de abril de 2007. E nem comemoramos o primeiro aniversário hein, ninguém lembrou! Seus desalmados relapsos! 😉

Por outro lado, convenhamos, o nome Caso de Polícia não é dos mais criativos, então aceito dividir minha falta de criatividade. De fato, é um belo de um lugar-comum, mas era abrangente o suficiente para o que eu pretendia, não me restringindo só a falar da Polícia Civil, mas de tudo ligado ao tema. Não somos criativos, mas somos um blog de verdade… 🙂

13 ideias sobre “Blog Caso de Polícia – Bem-vindo!

  1. Pois é, também concordo que esses ditos “blogs” de sites da grande imprensa são pouco mais que colunas – engessadas e limitadas. O problema de ter um blog homônimo é que sempre vai ter o desavisado que diz que a “imitação” veio de sua parte.

  2. Opa Eduardo!

    Além das considerações que fizestes sobre os blogues tem um outro item que faz com que leitores (ao menos eu!) prefiram os blogues verdadeiros e não os de fachada de jornalões: O estilo do autor!

    Bom conteúdo, conversações e estilo fazem com que o casodepolicia original (o .com e não o .com.br) esteja nos meus feeds 🙂

    abraços

  3. Estive no auditório no dia do debate, ou seja no dia da inauguração do genérico, fui informado que poderiamos fazer perguntas, mas perdi meu tempo, pq ninguem foi respondido e ainda tivemos que ouvir muitas doideiras.
    Um show montado para as elites, na reportagem vinha que havia 500 pessoas, porém não chegava a 250, mesmo com mendigos presentes para tentar maquiar a parada, e se a lotação do mesmo é de 400, como publicar 500?
    O importante é levar a vida, porque até hoje não fui respondido pelo blog do jornal extra……

  4. Danillo: é verdade, se alguém conhecer os dois agora, certamente serei eu o copiador sem criatividade hehehe

    Sérgio: fico agradecido e orgulhoso por colocações como esta com relação ao CdP, obrigado!

    Simpson: pois é, eu também ia, mas depois quando vi que seria o lançamento do blog copião, resolvi priva-los de minha presença kkk

    E o combinado seria um enxurrada de perguntas ao secretário, mas pelo visto a imprensa fez o que sempre faz, preservando o monólogo e obscurecendo o caminho da verdade… uia.

  5. ola

    vc ta lembrado

    do abranço q vc me teu no dia ta parada do morão

    mas um abraçao ta bjim ok

    fica com deus corançao

  6. Túlio,venho com urgencia denúncia atravéz desse Email,por que não estamos auguentando mais a fumaça muito forte de uma padaria,a mesma está localizada na rua nossa senhora do rosário,na cidade de santa cruz-RN,pois essa padaria está prejudicando a saúde de muita gente,e também enche as casas, de todo mundo de cinzas pretas, é crianças doentes e idosos, e o dono ainda fica mandando agente engolir fumaça, se alguém for fala alguma coisa,a minha mãe já está doente,por causa dessa fumaça dessa padaria.

    porfavo túlio,mim diga aonde estão a vigilância sanitaria,e o Idema,que não faz nada,peço que alguém venha aqui torma as providência,por que não auguentamos mais sentir tanta fumaça assim,acabando com nossa saúde.

    Ione fernandes da cidade de santa cruz

  7. Túlio agradeço a prefeita de Natal pela mal iluminação natalina da zona norte pricipalmente na av.Itapetinga no conjunto Santárem.

  8. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… Mulher de Deus, esse aqui é outro caso de polícia.

  9. oi sou de pedro velho, quero muito fala sober a minha cidade
    na verdade tem que tem mais policia aqui na cidade
    pq aqui tem muito latao de carro..
    por favor ajude nos ……….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *