1a Assembléia Geral da CUSP

Só agora tive um tempinho para postar sobre a primeira Assembléia Geral organizada pela CUSP (Comissão Única dos Servidores Públicos/RJ), na qual obviamente me fiz presente, produzindo alguns vídeos e fotos para quem infelizmente não tenha ido, por razões profissionais ou particulares, de forma que possam ficar por dentro.

O encontro foi um sucesso, com bastante participação, principalmente dos profissionais da Educação, que realizariam um congresso na mesma data. Estiveram presentes os representantes de quase todas as categorias do serviço público fluminense.

Veja o vídeo da abertura do evento, com a apresentação de alguns dos porta-vozes de cada área:

[youtube 6pI3Ry4Fl5s]

Link para o vídeo, se não abriu acima.

Listagem e explicação de cada ítem na pauta de reivindicações da CUSP, quais sejam:

– 66% de reposição das perdas inflacionárias desta última década;
– Criação de data base para reajuste anual;
– Fim da terceirização, servidor público só com concurso!
– Plano de carreira;
– Incorporação de gratificações para efeitos de aposentadoria.

Veja o vídeo com a enumeração dos ítens:

[youtube YBOON5MQ5dE]

Link para o vídeo, se não abriu acima.

Bom, a assembléia foi bem produtiva, o clima de união e harmonia dominou os ânimos de todos que lá se encontravam, e penso que o governador(?), se algum dia ficar mais de 1 semana no Estado sem viajar para fora do país, terá uma certa dor de cabeça pelo ao menos.

Os representantes de todas as categorias na CUSP estão de parabéns, e o funcionalismo público está dando um grande passo para moralizar o Rio de Janeiro, e passar a prestar um bom serviço para a população em geral.

Por fim, gostaria de exibir a fala do presidente da ASSINAP, Miguel Cordeiro. Sei que os colegas militares são meio reticentes com relação à ele, imagino que ele deva ser, para a PMERJ e CBMERJ, o mesmo que o Bandeira, presidente do SINPOL, é para os policiais civis. Digo isto pelos comentários que leio de PMs nos blogs e fóruns. Mas, controvérsias à parte, concordo com tudo que ele disse: não há que se admitir traição!

[youtube J3n7Q_RV16U]

Link para o vídeo, se não abriu acima.

Se qualquer grupo for chamado para uma “conversinha particular” com o Governo, deve ele ser denunciado pelos demais, tornando pública a vergonha que representa sua classe funcional perante os demais servidores.

Juntos somos invencíveis. FORÇA e HONRA. Traição não será perdoada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *