Início » Revolução PCERJ

Sem Sindicato, seremos subjugados

Publicado em 10/01/2008 - Categoria: Revolução PCERJ

Uma coisa que a categoria policial no Rio de Janeiro ainda está começando a entender é que a valorização salarial e estrutural só serão obtidas, e principalmente e acima de tudo, mantidas, quando houver um sindicato forte, que represente os interesses da classe sem envolvimento com interesses políticos pessoais.

Sem um sindicato forte e competente, todos podem se esforçar para transformar a PCERJ na melhor Polícia do mundo, que nada vai mudar para o policial. Basta ver a atuação da PCERJ de 2007 até hoje, a quantidade de grandes operações, as expressivas apreensões, as grandes prisões… e o governador(?) continua tratando a todos com desdém e sendo irônico (só pode) diante das câmeras de TV. Imagino o quanto deve rir-se por dentro quando fala esse tipo de coisa: “Os policiais estão motivados, eles sabem que 4% de reposição foi o máximo que pudemos fazer…”.

Muitos colegas estão se preparando para o próximo concurso da PCDF, para os cargos de Delegado, Agente e Escrivão. Todos acham que merecem ganhar um salário justo. A Polícia Civil do Distrito Federal e a Polícia Federal são referência por aqui no sudeste no quesito salarial. Mas ignoram todos que -além da fonte pagadora diferenciada-, os colegas do DF e da PF lutaram muito. Travaram batalhas sindicais, colocaram a cara à tapa. E construíram um Sindicato forte e representativo. Assim também o fizeram outras Polícias Civis do Brasil.

Um singelo exemplo foi mostrado no Blog da Segurança Pública hoje. Propaganda patrocinada pelo SINPOL-DF no fim de ano, elevando a estima e valorizando a imagem do policial civil diante a sociedade:

campanha do sindicato da policia civil

São coisas pequenas, mas que fazem a diferença. A grande desculpa para ninguém ser sindicalizado na PCERJ é o presidente do SINPOL-RJ, o Bandeira. Concordo que ele tem uma oratória sofrível, e que sempre mistura interesses políticos/particulares nas reuniões com o Governo. Mas ele só está lá como presidente por tantos anos, porque a categoria não se sindicaliza e vota em outra chapa nas eleições. Formou-se um círculo vicioso, ninguém entra porque ele está lá, ele está lá porque ninguém entra. Vai entender…

Agora, um grupo de policiais, de maneira exemplar e em suas horas vagas, descobriu que existia um sindicato anterior ao SINPOL-RJ. Eles fizeram um trabalho de investigação e pesquisa, e desenterraram o legítimo sindicato dos policiais civis do Rio, já que sua pessoa jurídica nunca foi extinta.

Todos devem saber, quem não sabia saiba agora. Está em atividade o SINDPOL-RJ, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro. A sede do SINDPOL está na Praça Mahatma Ghandi n° 2, sala 616 no Centro da cidade, em frente a um dos acessos da estação de metrô na Cinelândia. A contribuição sindical será de R$ 20,00 mensais, e está sendo providenciado para que possa ser descontado no contra-cheque. Por enquanto o aluguel e demais custos estão sendo pagos em rateio pelos membros da diretoria, e com a contribuição espontânea dos policiais que foram na última Assembléia.

Portanto, a oportunidade bate à porta. E no próximo dia 23/01/08, 4ª feira, às 13h00m, o SINDPOL realizará uma reunião extraordinária, em frente ao prédio da Chefia de Polícia (Rua da Relação, nº 40 – Centro). Será a oportunidade para os policiais não-omissos preencherem a ficha de sindicalização, e deliberarem sobre os primeiros passos do SINDPOL.

Repita-se: NÃO É O “SINDICATO DO BANDEIRA!!”, portanto deixem em casa aquela velha desculpa, e venha lutar por você e sua família. Porque se você não se importa, quem vai se importar?

Para reflexão, proponho a leitura de um trecho de uma entrevista feita pela Revista Caros Amigos no ano de 2000 com Francisco Carlos Garisto, que liderava o movimento sindical da Polícia Federal no início da reação salarial da corporação. Vale a leitura. Coloquei no post anterior para este não ficar muito extenso: Entrevista com Carlos Garisto.

32 comentários »

  • luiz comentou:

    Companheiro, não me sindicalizei até hoje por causa dessas pessoas que se perpetuam nesses cargos, como coligação, sinpol e outros mais. O sinpol tem companheiros que brigam e merecem todo respeito, mas o presidente, me desculpe, sempre se agarrou a política e a essas entidades, vale lembrar que a mulher dele também é ou era presidente de um sindicato de vigilantes. Fazendo crer que se perpetuam nessas entidades com interesse próprio e político. Temos que nos organizar em uma só entidade, colocando pessoas que se interessem por todos nós.
    Um abraço a todos

  • Cathalá comentou:

    Assino embaixo do que vc Escreveu, Eduardo.
    Aqui no DF grande parte do sucesso da Polícia Civil é devido à atuação sindical.
    A PM fica atrás não só por não poder ser sindicalizada, mas porque existem cerca de 15 associações de praças e o poder fica muito fragmentado.
    No DF, a PC elegeu 3 deputados distritais e um federal, todos delegados, enquanto a PM, com o triplo do efetivo, elegeu apenas um deputado distrital (oposição)e um federal que nem depende mais dos votos da PM.

    Ouso discordar em relação à reativação do outro sindicato, pois isso ajudará a fragmentar o poder. A primeira opção por você apresentada, de haver uma filiação em massa com consequente apresentação de nova chapa para retirar legitimamente quem administra mal os interesses da corporação me parece uma melhor opção.

    Além disso, vislumbro num futuro uma batalha judicial para ver quem será o sindicato oficial da categoria, pois somente um pode subsistir e gozar de todos os benefícios da lei.

    No mais, desejo sorte aos colegas fluminenses nessa empreitada que certamente é um importantíssimo passo para a valorização profissional.

  • Bradock comentou:

    É isto aí amigos, a hora é agora, e mais uma vez… “A UNIÃO DO REBANHO FAZ O LOBO IR DORMIR COM FOME” força para vocês….

  • CIVIL comentou:

    Pessoal,

    Olha, temos que inovar, concordo que nun primeiro momento um novo sindicato poerá quebrar a força, todavia está ocorrendo um movimento onde pessoas sérias, como o CHAO e o MARIO PICCOLO estáo fazendo das tripas coração para mudar essa porra. Eles serão beneficiados ?? É claro, como todos nós policiais civis. Assim qeu o sindicato deles estiver OK, recomendo que TODOS os os policiais civis dêem essa carta branca aos caras pois eles entrarão com milhões de ações em nosso favor e tem uma coisa que eles são diferentes do bandeira ELES NÃO SÃO LADRÕES, são pessoas honestas de família. Vê quanto tempo esse bandeira tá aí se fazer porra nenhuma………. Saiam do sindicado do bandeira e entrem para outro que realmente se importa com a classe. Pensem, será uma troca definitivamente que valerá muito!!!!

  • Eduardo/RJ comentou:

    É verdade que de início, aparentemente, vai ocorrer uma divisão das frentes de batalha sindical. Mas para quem está “de dentro”, o aspecto é outro. O SINPOL nunca atuou em prol da categoria, sempre foi dirigido pelo Bandeira visando interesses políticos (ele já foi deputado, e tentou se eleger novamente nas últimas eleições).

    Na verdade os policiais não dão a mínima para o SINPOL, credibilidade ZERO. Agora com o SINDPOL, o grupo que o reorganizou é batalhador e está sem medo de botar a cara a tapa pela categoria. Além das ações de campo, está prevista uma enxurrada de ações na Justiça contra o Estado, bem como contra quem tentar denegrir a imagem do policial, como a imprensa faz freqüentemente.

    Tenho confiança no SINDPOL, e “coloco a mão no fogo” e afirmo que mudarão drasticamente as ações reivindicatórias da classe. Não vou me desfiliar imediatamente do SINPOL, mas já estou pagando a contribuição (20 mangos não é o fim do mundo, eu pago isso pro Bandeira já…) do SINDPOL simultaneamente. Em breve me desligarei definitivamente do SINPOL, afinal eles não fazem nada, a não ser quando foram pressionados pelos mesmos policiais que cansaram de empurrar e descobriram o sindicato antigo e original.

    Tenha fé hehehe

  • CIVIL comentou:

    Eduardo,
    É isso aí, no CGOA já falei com todo mundo e estaremos fazendo a nossa filiação. Vc que trabalha no SAP, fala com os integrantes e faz uma filiação em massa. Fale com os chefes do SAP I a IV, já vai ser uma ajuda para o novo sindicato. Vou colocar uma pilha para o pessoal que está fazendo o COT se filiar como sendo uma tarefa do curso. Abraços a todos.

  • Roberta Trindade comentou:

    Olá!

    Com todo respeito, me inspirei em trechos deste seu texto para publicar uma nota em minha coluna que sai publicada às quartas-feira no jornal Povo São Gonçalo, tudo bem?

    =)

    Bjs!

  • Eduardo/RJ comentou:

    Roberta: tudo bem, hoje e sempre amiga. Mas agora que você me deixou curioso, que tal, depois de publicada a edição colocar o texto aqui? Hehehe pro caso de esquecer-me de ler o jornal.

    Abraço.

  • Roberta Trindade comentou:

    hahahhaaha

    Tá bom, tá bom… sei que você não vai se esquecer de ler o jornal desta quarta-feira (afinal, tem que dar uma moral de comprar o jornalzinho pelo menos uma vez, né… apenas cinqüenta centavos… e doze páginas… ahahahahaha)…

    Mesmo assim, amanhã te envio um pdf do jornal… ahahaha

    Beijos!

  • Cottas comentou:

    Galera, aqui na Baixada estamos correndo nas DPs, informando aos colegas o que é o SINDPOL e, que antes de tudo é formado por gente de confiança da tiragem, que mostram a cara, não se vendendo a políticos e governos corruptos.

  • Eduardo/RJ comentou:

    Boa, por colegas como você ainda me iludo que algo pode mudar pra melhor… estou meio parado neste aspecto porque me enrolei no tempo de novo. Mas ao menos tá dando pra atualizar aqui. :/

  • CIVIL comentou:

    Amigos,

    Falei ontem, dia 17/01/2008 com o PICCOLO, e ele me pediu para divulgar que no dia 23/01/2008 haverá uma “manifestação” na porta da chefia de polícia, onde ele e os demais integrantes do SINPOL estarão explicando o que é esse sindicato, para que serve, objetivos. Os que já pagam ao BANDEIRA deveriam sair em massa para esse sindicato, que para quem não sabe É BEM ANTERIOR ao do bandeira.Tenho certeza que essas pessoas merecem o nosso crédito e respeito. Devemos “copiar” esse exemplo que a PM tem. Eles tem pessoas no legislativo, se cuidam ou não dos interesses da corporação deles é outra história, mas certamente tem poder para lutar pela mudança. É um ótimo exemplo para seguirmos. Esse sindicato vai fazer o que os outros não fizeram, lutar na justiça, com uma enxurrada de ações pelos nossos interesses e pelos nossos direitos. Lembro que não pertenço a diretoria nem tenho qualquer ligação com o SINDPOL, apenas conheço as pessoas que o integram e acredito nelas.
    Abraços a todos.

  • CIVIL comentou:

    corrigindo onde está escrito SIMPOL leia-se SINDPOL.

  • CIVIL comentou:

    No Brasil temos vários exemplos de organizações e seguimentos diversos que representam o fracasso da Segurança Pública: “FORÇA NACIONAL” seria um deles. Os nossos políticos e uma grande parte da sociedade, não tomaram conhecimento das verdadeiras atribuições de um Agente de Policia Civil. Outros seguimentos: Familiares de vítimas de homicídios, Latrocínio, sequestros e roubos, a categoria de Delegados de Polícia, nossos Promotores de Justiça e Juízes presenciam diariamente o que representa uma equipe de investigadores bem pagos e motivados (PCDF e PF). Nos é atribuído o poder de investigar. Podemos ter certeza que nossas atribuições jamais poderão ser tercerizadas ou incorporadas com sucesso por outras policias. O nosso Brasil precisa de Agentes de Polícia bem pagos e motivados. Além de boa remuneração precisamos de verbas para realizarmos nossas investigações e aproximar os investigadores dos Promotores e Juízes para que as campanas e diligências possam ter como aliados os princípios fundamentais do imediatismo e da oportunidade.
    É necessário que a sociedade tome conhecimento dos salários e os motivos que levam em alguns Estados a remuneração do policial civil ser superior a de um Oficial da Polícia Militar. É inadimicível saber que o salário de um Agente ou inspetor em final de carreira é inferior a de um Delegado de Polícia novinho.

    BOA SORTE POLICIAL CIVIS DO RJ!!!!

  • SOLIDÁRIO/DF comentou:

    Caros colegas fluminenses, me solidarizo com as dificuldades apresentadas por voces aí no Rio de Janeiro. Somos fortes porque temos um sindicato forte e representativo. Conseguimos eleger policiais na Câmara Distrital e Federal e mantemos contato direto com estes através das pessoas que representam o sindicato. É necessário urgentemente que haja união entre voces e que as modificações tenham efeito prático no sentido de eleger um representante legítimo da categoria. Fora quem não se interessa pelos anseios mútuo e só pensa em galgar cargos na vida política. um abraço.

  • Pietro J. Silva comentou:

    MAS AFINAL, O QUE É O SINDICATO?

    Matéria publicada no jornal O Original do Sindicato dos Trabalhadores em Editoras de Livros de São Paulo traz um histórico importante sobre a origem e o significado dessa palavra que está tão próxima de cada um de nós.

    Confira:

    O QUE É O SINDICATO?

    A palavra sindicato tem raízes no latim e no grego. No latim, “sindicus” denominava o “procurador escolhido para defender os direitos de uma corporação”; no grego, “syn-dicos” é aquele que defende a justiça.

    O Sindicato está sempre associado à noção de defesa com justiça de uma determinada coletividade. É uma associação estável e permanente de trabalhadores que se unem a partir da constatação de problemas e necessidades comuns.

    A matriz histórica da organização sindical atual surgiu sintonizada com o desenvolvimento industrial, que tem por base a “Revolução Industrial” na Inglaterra no final do século XVIII e começo do século XIX. Ali nascia o capitalismo atual, ali nasceu o sindicalismo. Mas se o berço do sindicalismo é industrial, isso não foi limitação a sua expansão para outros setores da economia. Podemos dizer que o sindicalismo é o sistema de organização político-social dos trabalhadores, tanto urbano-industrial como rurais e de serviços.

    Em seus duzentos anos de história, o sindicalismo foi impactado por diferentes concepções ideológicas e teorias de ação, o que permitiu a construção de uma tipologia bastante ampla, assim como expressões políticas e históricas: anarquista, socialista, reformista, comunista, populista etc. O importante, no entanto, é que, ao longo dos anos, o movimento sindical – conjunto de práticas sociais dos sindicatos com características próprias de cada país, adquiriu um peso social e uma força decisiva nos contextos nacionais.

    Como movimento social, o sindicalismo não é estático, está constantemente transformando-se e criando novas formas de organização e ação. Nas sociedades atuais dos países em industrialização, a teoria e a ação sindical estão diante de significativos e novos desafios devido à emergência rápida de novos atores sociais, tanto no campo como nas cidades, e as transformações da economia e das instituições.

    Fonte: O Original, abr/mai/jun 2001 – no. 50.

  • José Carlos Fernandes Neto comentou:

    Por acaso achei esse site. Sou dirigente sindical dos policiais civis em Alagoas. Aqui a luta tem sido titânica. Temos conseguido alguns avanços, porém falta muito, mas estamos na luta. Quem quiser trocar idéias meu endereço eletrônico é: zecarlosfn@hotmail.com

  • sangue de policia comentou:

    So estao esquecendo que esse sindpol esta inativo ha 13..15 anos. Os policiais civis do Rio de Janeiro so tiveram protecao durante esse tempo todo por causa do SINPOL atuando contra as mazelas do governo e descaso da seguranca publica em cima da policia.

    Nao devemos esquecer disso nunca. Uma briga politica entre sindicatos so enfraquece o movimento, consequentemente nos policiais civis do Rio de Janeiro. Sou filiado do SINPOL, acredido nos dirigentes, no presidente e em toda luta travada por essa entidade que nunca me fez desconfiar um momento se quer.

    Mostro minha indignacao por parte de vcs policiais em crer que uma entidade sumida, desaparecida, sem expressividade alguma no movimento sindical fara algo em beneficia para nos policiais.

    Deixem com o SINPOL. JUNTOS SOMOS FORTES, SEPARADOS SOMOS FRACOS!!!!!! PENSEM.

  • kojak de Niteroi comentou:

    A discussao do chamado Sindpol desmerecendo o Sinpol, que sempre atuou na defesa dos policiais, inclusive ganhando importantes acoes a favor dos associados, chega aser ridicula.
    Quem nunca soube o que e acao sindical de uma hora pra outra ressugir das cinzas para atrapalhar o Bandeira e sua diretoria, CHEGA A SER SUSPEITO.
    Nao e com divisao que a inteligencia do chamado sindpol vai lograr exito.

  • Marcelo Santa Cruz comentou:

    Em primeiro lugar, a pior coisa que tem pra categoria é ter mais de um sindicato. Eles perdem tempo brigando por associados e esquecem de defender a categoria.

    Até onde eu sei o Sinpol vem fazendo muita coisa pelos policiais, a briga é difícil mas os caras tão sempre alertas, são muito atuantes.

    Se há diferenças, que sejam decididas dentro do Sinpol, em discussões democráticas e participação ativa do associados.
    Pra exigir alguma coisa, tem que participar também!!!

  • Eduardo/RJ comentou:

    Querido amigo simpatizante do SINPOL. Não precisa escrever várias mensagens mudando o nome e e-mail para fazer número.

    Participar, muita gente tentou. Enviei para a SEPLAG mês passado minha solicitação para cessar o pagamento ao SINPOL. Não vou polemizar esse assunto aqui porque não vai agregar nenhum valor ao debate. Não fosse a união e atitude de alguns SINDICALIZADOS não teríamos nem começado a chamar a atenção do Governo. Porque o SINDICATO mesmo… . Bem, chega né, repetir tudo é perda de tempo, agora é tarde.

  • policial civil de verdade comentou:

    Acho um absurdo essa história de se tentar desenterrar um sindicato extinto feito por um ex-gurarda vida aposentado, e que está sendo usado por um pequeno numero de colegas jovens e inexperientes que nada conhecem da luta da categoria. Já temos o nosso sindicato, o SINPOL, que mesmo perseguido pelo governo, sendo despejado de sua sede, seu presidente Bandeira punido diversas vezes, tem feito manifestaçõs, greves, passeatas e obtido vitórias na justiça como a paridade dos aposentados, e agora, recentemente a Geat para eles.
    Se esses jovens policiais querem realmente fazer alguma coisa por todos nós se unam ao Sinpol e fortaleça a nossa cagegoria, ao inves de dividir a nossa categoria.
    Procurem conhecer melhor o Bandeira. Foi ele que fez a melhor lei de todos os tempos da Polícia – a 699 – que vinculava o nosso salário ao do delegado. Eu cheguei a ganhar 60 por cento do delegado. E hoje não recebo nem 20.
    da categoria

  • JULIO CESAR comentou:

    Basta verificar nos assentamentos do Sindpol, que, eu, na qualidade de vice presidente e finado e estimado colega Adalberto Mendes de Brito, o “formiga” sempre lutamos em prol da dignidade da classe policial civil. Eu, por desintendmentos no Orkut com o LUIGI, e CHÃO, em tom revanchista e vingativo determinaram a exclusão do Grupo Polícia Civil do ORKUT não respeitando o direito de críticas, de discordancia. Digo e repiso, consegui aos 54 anos de idade me aposentado como Inspetor de Polícia, fato este que sera uma incógnita para os referidos policiais civis. Talves daqui há 20 anos voces recebam tratamento igual ao que concede ao policial inativo, que, como sempre disse, que vocês ainda estão chegando na Polícia Civil. Com simples retaliações, n~~ao conquistarão o pequeno universo da classe policial interessada em sindicarlizar-se, mesmos aos contrários ao Fernando Bandeira, o qual, considero oportunista, político e responsável pela situação crítica dos agentes de autoridade;

  • Eduardo/RJ comentou:

    Julio Cesar: bem, o Orkut não é lugar para tratar de coisas séria. Esse site de relacionamentos torna os debates anárquicos e fúteis, e eu até leio o que se passa lá vez ou outra, mas só por curiosidade, pois pouco se aproveita. Acho que é de se desconsiderar tudo aquilo, e dar importância ao que escrevemos no Gupo PCERJ do Yahoo, onde só tira tem acesso.

    Quanto ao sucesso ou não do sindicato, cada um tem sua opinião. Eu particularmente acho que vai dar certo, e uma parcela maior da classe vai aderir. Mas só o tempo dirá.

    No SINPOL não resta muito o que fazer. O presidente se comporta como um tirano, impede a realização de novas eleições e quer se perpetuar no “poder”. Então, diante desta atitude, nada tenho a fazer lá, por isso de desfiliei.

    Não entendi sua colocação quanto ao pessoal inativo, mas se a intenção era escrever que nós, mais recentes na PCERJ, não damos importância à eles, ledo engano. Se for isso mesmo, aconselho a estar presente em qualquer assembléia ou reunião, e verá que é condição sine qua non que todos os benefícios conquistados para os policiais da ativa sejam estendidos aos inativos e pensionistas. Por uma simples e agoística razão: se vivermos até lá, seremos inativos também. Se morrermos amanhã, nossos dependentes serão pensionistas.

    Discordâncias à parte, somos todos policiais e sabedores dos mandos e desmandos da classe política, e devemos caminhar juntos, por mais que ideologicamente estejamos separados.

    Abraço.

  • Marta Rocha comentou:

    Bom seria se o Bandeira tentasse o suicídio. Porra seria bom demais

  • ricardo comentou:

    Mensagem; O sindicato de qualquer categoria, só será forte se todos se unirem num objetivo maior, que é a melhoria das condições de trabalho e salário, para que todos possam estar motivados para desenvolver um bom trabalho. RGB. Tefé-Am.

  • PAULO R B ASCOLI comentou:

    TEM TÔDA RAZÃO O PESSOAL QUE RECLAMA DO BANDEIRA. COM ELE NA PRESIDENCIA JAMAIS TEREMOS UMA REPRESENTATIVIDADE FORTE. USA O SINPOL EM BENEFICIO PRÓPRIO, VISANDO APENAS SEU LADO POLÍTICO. BASTA UMA OLHADELA NO NOTICIÁRIO PARA VERIFICAR A MEDIOCRIDADE, A FALTA DE ESTIMULO AOS COLEGAS, NO SENTIDO DE LUTAREM POR UMA POLICIA MELHOR. SXEM RENOVAÇÃO, COM CERTEZA, NÃO CHEGAREMOS A NENHUM LUGAR.

  • PAULO comentou:

    Pessoal,

    é muito importante a participação de todos no SINDPOL, já estou sindicalizado e descontando no contracheque, é muito barato em relação aos benefícios que poderemos ter. Por exemplo aqui na DP já entramos com a CI solicitando as férias não gozadas, com a resposta o próximo passo é a ação, pelo menos 30(trinta) delas sairão da minha DP. Pergunto: Qual o profissional que sozinho eu poderia pagar com R$20,00(vinte) reais por mês? Ainda há outras propostas como por exemplo a extensão dos valores ganhos pelo grupo da lei 2990 e outras mais.
    O SINDPOL está fazendo uma pesquisa a nivel nacional de ações ganhas pelas polícias civis de direitos que temos, se cada policial se empenhar um pouco e trouxer pelo menos mais um para o sindicato logo logo termos uma grande representatividade e isto pesará junto ao Governo Estadual na hora dos salários.
    Há várias propostas legais, a quantidade de membros sindicalizados fará com que possamos contratar um grande escritório para termos paz jurídica quando estivermos no exercíco da nossa função.
    Há um planejamento de convênios a serem feitos para que tenhamos descontos em serviços do tipo: Escolas, Supermercados, Dentistas, e outros.
    É importante participar.
    Chega de pertencer a “listas”, chega de fazer segurança privada para compor o orçamento de casa.

  • joao jorge pinho fernandes comentou:

    Prezados Amigos
    Talvez tenha chegado ai meu email pois estou numa cadeira de rodas a 14 anos e era socio UNIAO POLICIAL sai porque na vi retorno continuei na COLIGAÇAO pelo menos me ajudavam na Fisioterapia e consultas e Tratamentos Hospital Memorial e no Dep Juridico como ate hoje continuam acompanhando meus processos e entrei para SINPOL pela por ser um SINDICATO e achar que seria forte mas tambem pelas disertaçoes do Bandeira nunca tinha prestado atençao e talves por lapso e nao ir muito ao centro nao tinha ouvido sobre o SINDPOL e mes passado com mais atençao internet pude observar timidamente o aparecimento deste Sindicato enviei email mas ate hoje nao tive resposta estou esperando oportunidade de ir ao centro para comparecer a este SINDPOL pois e a hora de nos fortalecermos porquem realmente brigara por nos e estou desde ja esperando algum boleto ou uma conta para depositar o valor necessario a minha inscriçao
    Atenciosamente PINHO

  • Eduardo comentou:

    Pinho, o SINDPOL está com seu site ainda em construção, parece, mas lá já tem como escrever para os dirigentes: http://www.sindpol.org/contato.html

    De qualquer forma, toda sexta-feira tem gente na sede, localizada na Cinelândia.

  • VALTER CAMPOS comentou:

    Como vários outros policiais civis, continuo sem me filiar a um Sindicado que represente os Policiais Civis do Rio de Janeiro. Agora com essa iniciativa de voces do SINDPOL, estou me motivando a entrar nessa luta com voces.. Mas quero alertar, que precisamos unir nossas forças. Não sei como, mas devemos juntar todas as nossas forças, pois nossa luta é muito grande. Primeiro temos uma Secretaria de Segurança que trata as duas polícias de forma bem diferentes. Chegamos a ter mais de um Coronel PM chefe de todas as polícias. E Agora com um delegado Federal a situação está um pouco melhor, mas ainda nao recebemos o mesmo tratamento que a PMERJ recebe das autoridades da Secretaria de Segurança.
    Essa é uma luta pra fora da instituição. Mas temos uma grande luta dentro da Polícia Civil, que também não é pequena, posso falar de um exemplo flagrante, os Policias Militares punidos pela Corporação continuam recebendo seus vencimentos normalmente, e ainda limpam sua fichas anualmente para concorrer as promoções. Já o comando da Polícia Civil, continua cortando os vencimentos dos policias civis punidos, mesmo antes de condenados. Não tentam reverter o quadro, e continuam praticando essa covardia. Tenho outros argumentos, mas fico apenas nesse no momento, voltando a falar de outros pontos depois.
    Como fiz questão de mostrar temos duas grandes lutas uma para fora da Polícia Civil, Secretaria de Segurança e Governo do Estado, e outra dentro da PCERJ.
    Precisamos mudar isso, e unidos, temos condições de reverter esse quadro. Estou esperando o melhor momento para entrar na luta com voces. Gostaria de colaborar com idéias e participação, além de contribuir. Obrigado.

  • JOAO JORGE PINHO FERNANDES comentou:

    PREZADOS COMPANHEIROS SAIU VOLTA 20:30 INTERNET NO O GLOBO E JORNAL EXTRA QUE COMANDANTE GERAL PMERJ CORONEL MARIO SERGIO X GOVERNADOR SERGIO CABRAL TIVERAM REUNIAO PARA AUMENTO DA TROPA DE CORONEL A SOLDADE INDEPENDENTE DOS 10% DADOS INCLUSIVE CORONEL BELTRAME ACENOU POSITIVO INTERNET HOJE 28/06 POSTADO POR GUILHERME AMADO

Deixe seu comentário!

Escreva seu comentário abaixo, ou faça um trackback do seu site.

Aviso: Você pode comentar esse artigo e expor suas idéias. Mensagens com palavrão, ofensas, injúria ou difamatórias serã o sumariamente excluídas. Exerça seu direito de expressão respeitando o direito de terceiros.

Gravatar habilitado. Para ter uma imagem pessoal exibida, registre seu Gravatar.