O Carnaval e o Tráfico de Drogas

Eu só gostava do Carnaval quando era adolescente e achava interessante passar uma semana ingerindo álcool indiscriminadamente. Depois, amadureci, e percebi que esta grande festa popular é uma das coisas mais medíocres da face da Terra, e tal qual o futebol, faz as vezes do circo no famoso dizer “pão, circo e água”.

No Rio também se lucra horrores nesta época, com a principal fonte de receita do turismo carioca: o turismo sexual.

As organizações criminosas do jogo-do-bicho conseguiram poder político patrocinando este evento. Já vi Juízes, Promotores, Deputados, vereadores, Empresários, todo tipo de categoria profissional influente literalmente agarrada na bolsa escrotal dos chamados “bicheiros”. Polícia? Ah, isso nem precisa dizer, com mais ênfase na Civil, acho. Eu mesmo fui muitas vezes, mas antes de me tornar policial, para os ensaios na quadra da Mocidade, dentro da favela da Vila Vintém. O camarote onde eu ficava era (ou é) cativo de um Coronel da PM, que hoje é Deputado. Pra ser sincero, eu não sei até hoje o que me fazia ir até lá, senão seguir a trilha atrás das patricinhas que adoram frequentar ambientes, digamos, mixados. E onde elas iam, era o lugar para se estar né.

Hoje as ligações das escolas de samba estão mais diversificadas, e vemos “pessoas” influentes de vários ramos “financeiros”. Um que tem conseguido destaque, continuando sua escalada impunimente para dominar o que sobrou do Rio, é o tráfico de drogas.

Faz sentido. Os bailes funks nas favelas cariocas são promovidos para atrairem “inocentes” jovens, quintuplicando o lucro da venda de drogas nos fins de semana. E diversificar sempre foi o lema para o sucesso de qualquer empreendimento financeiro, dizem os especialistas “não coloquem todos os ovos em uma só cesta”.

Esse blá blá blá todo só para perguntar, vocês já viram que formoso o vídeo do casamento do super-hiper-mega-traficante, o grande demônio carioca, o perigosíssimo empresário Fernando(inho) Beira-mar? Achei legal, maior festão, tinha até um “cantor” que eu não conheço mas me garantiram ser famosão. Notícia do Globo.

casamento de traficante video

Veja o vídeo no site da globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *