A Volta do Maluco

E mais uma boa notícia para o Rio: o narcotraficante pé de chinelo Elias Maluco, antigo desafeto das organizações globo está na iminência de voltar ao Rio, e a imprensa está em polvorosa.

É que um outro integrante da quadrilha do homem que assassinou o jornalista Tim Lopes, conseguiu há pouco tempo o benefício judicial para visitar a família, e não voltou (oh, que espanto!) para o presído superlotado para continuar comprindo sua pena e agora está foragido e dando trabalho para a Polícia, que já está sendo cobrada (oh, que espanto parte II) por este absurdo. Agora ele está na lista dos bandidos mais procurados pela polícia do Rio… de novo.

Prisão do traficante Elias MalucoElias Maluco, o inimigo público número 1 da sociedade carioca segundo a imprensa na época foi preso meses depois de intensas buscas no Complexo do Alemão, principalmente na favela da Grota. Foi preso por policiais civis que eram lotados na DC-Oeste (Delegacia de Capturas-Polinter) [não membros da imprensa, não foi a inspetora/deputada Marina Maggesi quem prendeu Elias Maluco].

Agora, o marginal condenado a pouco mais de 28 anos de prisão vem cobrar da Justiça o benefício da progressão de regime, e voltar ao convívio social. Tal benefício não era possível no caso dele, autor de crime hediondo, mas como os homens de preto do STF decidiram pela inconstitucionalidade do artigo da Lei dos Crimes Hediondos que determinava o cumprimento de pena em regime integralmente fechado, ele agora pode sim voltar para as ruas e beber um choppinho com você na esquina. Mas é melhor assim, esse negócio de ficar transportando preso pra lá e pra cá dá muito trabalho e gasta-se muito, tanto nos deslocamentos quanto com a estadia do hóspede encarcerado.

Resta saber se os policiais civis, que o jornal o globo denomina de “autistas sociais” vão ter a mesma determinação para prender o marginal…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *